segunda-feira, 3 de março de 2014

E que tal se fizéssemos um fã-clube da Motor-3?

Os leitores mais assíduos deste despretensioso espaço bem sabem de que volta e meia eu falo da Motor-3. Sim, a sempre lembrada Motor-3, a melhor revista de automóveis jamais feita no Brasil. Capitaneada por José Luiz Magalhães Vieira - o JLV, experiente jornalista automotivo e engenheiro mecânico formado nos Estados Unidos, a revista não poderia dar errado. E não deu.

A primeira edição: disseram ao José Luiz Vieira que a revista não venderia muito, pois tinha uma capa muito "tranquila". Erraram em cheio, ainda bem! (foto: spinbrothers.blogspot)
Muita gente boa passou pelas oitenta e três edições publicadas: Paulo Celso Facin, Expedito Marazzi, Fernando de Almeida, Gabriel Hochet, Celso Lamas, Oscar Nelson Kuntz, José Roberto da Nave, Milton Saldanha Machado, José Roberto Nasser e muitos outros.

Sim, infelizmente apenas oitenta e três edições saíram entre Julho de 1980 a Maio de 1987. Mas foram suficientes para formar um enorme contingente de fãs e de eternos admiradores, e modestamente me filio aos que até hoje não se conformam com o fim da Motor-3, se é que eu um dia me conformarei com o final dela...

Assim, aproveitando este feriado de carnaval, enquanto pensava na vida tive uma ideia: e que tal criar um fã-clube virtual da Motor-3?

Meu objetivo é divulgar, em próximas postagens, a história da melhor publicação sobre automóveis escrita no pais - e, é claro, promover a troca de informações sobre esta revista. Nos próximos passos, pretendo postar as 83 capas, fazer pequenas resenhas sobre cada edição, disponibilizar as  melhores reportagens aos fãs da revista - e principalmente reunir os fãs desta maravilhosa publicação.

Quem pretender tomar partido nesta ideia, fique à vontade: comente sem moderação. Vamos divulgar o trabalho desta sensacional publicação!

Em tempo: um dos amigos-visitantes mais presentes, Xracer, generoso colecionador da Motor-3, disponibilizou as primeiras edições, na íntegra, em seu blog: http://spinbrothers.blogspot.com.br/2011/08/motor-3.html

Aproveite!

7 comentários:

  1. Douglas, excelente idéia ! Eu sou super fã da Motor 3, pois cresci praticamente lendo revistas de carro, minha primeira foi a 4Rodas de Maio de 1977, que tenho guardada até hoje, li até 1982, quando conheci a Motor3 e foi amor à primeira vista, depois consegui os 11 primeiros números por meu tio e tenho todas até o último número, junto com os suplementos de manutenção de carros e os posteres.

    Vai ser excelente estarmos comentando sobre cada número, saber dos bastidores da revista então... incentivar mais pessoas a participar, a escanear os numeros restantes. Essa revista verdadeiramente me ajudou em minha formação como um motorista mais preocupado com a segurança própria e a dos outros, mostrando que a responsabilidade é de todos, ao mesmo tempo mostrando os carros, motos, barcos e aviões, as tecnologias, num Brasil pré-Internet aonde a informação era escassa e rara.

    Sucesso pra voce e seu blog !

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde! Excelente idéia. Também acho que esta foi a melhor revista sobre carros (barcos, motos e aviões também) já publicada no Brasil. Tenho algumas edições em casa (perdidas em alguma caixa depois de uma mudança). Seria interessante disponibilizar scans das revistas (tenho o do número 1 em PDF). Se eu puder ajudar de alguma forma é só avisar. Um abraço e bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Antônio!
      A ideia é disponibilizar algum conteúdo sim, principalmente as grandes reportagens da revista, aqueles testes maravilhosos que só a Motor-3 conseguiria fazer.

      Agradeço a ajuda, certamente será um prazer contar com a ajuda de outros fãs da saudosa Motor-3.

      Muito obrigado pela visita e pelo comentário.

      Grande abraço!

      Excluir
  3. Excelente iniciativa, Douglas !
    Conte com meu apoio no que precisar, eu em breve retornarei a scanear os demais números da Motor3.

    Fiz um comentário neste post uns dias atrás, talvez tenha havido algum erro no Blogger que não apareceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mil desculpas, Xracer, eu estive longe do Blog nestes últimos dias, de modo que o comentário não apareceu na mesma hora (estive ausente uns dias, mas deixei uma postagem programada para sexta-feira última). Desculpe a falha.

      Agradeço a força, bem como te parabenizo pela iniciativa de disponibilizar o teu acervo para todos os fãs da M-3! Tenho aqui algumas revistas, volta e meia compro uma pela internet, já tenho 33 exemplares, inclusive as três últimas. Aos pouquinhos vou juntando a coleção, de modo que também me proponho a ajudar na tarefa de divulgação da fantástica Motor-3.

      Obrigado pela visita e pelo apoio!
      Grande abraço!

      Excluir
  4. Boa tarde! Eu tenho as 6 primeiras edições da Motor3, guardadas e encadernadas, e várias outras espalhadas em algum lugar em casa (depois de uma mudança ficaram em uma caixa que ainda não localizei). Se quiserem posso escaneá-las, só preciso que me digam qual a resolução e que tipo de arquivo devo salvá-las. Seria muito bom poder reler as edições de Motor3, as quais meu pai comprava e depois que ele morreu eu mesmo e meu irmão continuamos comprando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Antônio,

      Fico muito grato com a sua gentil oferta! E aceito sim, com certeza.
      Se não for pedir muito, sugeriria que a resolução fosse em 300 dpi, o que garante uma boa visualização sem pesar demais. E se puderes salvar em jpeg ou bitmap, melhor ainda!

      Por questões de direitos autorais (as revistas pertencem à Editora Três), eu infelizmente não posso disponibilizar todas as edições na íntegra, mas as reportagens principais certamente podem ser divulgadas.

      Como comentei com o amigo Xracer, tenho 33 edições da Motor-3 (entre a 03 e a 83), de forma que estou, aos poucos, formando a coleção, mas sem deixar de compartilhar o precioso material com os fãs da revista.

      E que história bonita, imagino que as Motor-3 tragam a você ótimas recordações. Particularmente, conheci a revista em um Sebo no ano de 2007, mas me considero fã "desde criancinha" da revista.

      Mais uma vez agradeço a sua gentil colaboração, e o espaço está sempre às ordens.

      Grande abraço!

      Excluir

Este espaço está sempre aberto para sua colaboração.
Os comentários são sempre bem-vindos.