sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Propaganda da Semana (Dodge Polara 1979)

O simpático Dodge Polara não nasceu com este nome, era Dodge 1800 quando viu a luz pela primeira vez. Filho de uma gestação conturbada, angariou má fama durante os anos de 1973-1975. Problemas elétricos e mecânicos recorrentes aborreciam os seus compradores, o que ajudou decisivamente no desgaste da imagem do médio da Chrysler.

Se por um lado é próprio do ser humano criar objetos imperfeitos - pois ele mesmo não é perfeito -, também é natural admitir que as coisas podem melhorar. E foi com este espírito otimista que a Chrysler arregaçou as mangas e promoveu alterações no projeto do carro, inclusive batizando o 1800 com o nome Polara. 

A fábrica se empenhou em melhorar a imagem do seu simpático carrinho, inclusive criando um sistema de garantia, o Qualidade Total, além de apresentar um acabamento muito esmerado, valendo-se, nas versões de luxo, do mesmo material de acabamento utilizado pelos seus irmãos maiores, os Dart/Charger.

E é nesse tom que a propaganda da linha 1979 foi concebida: o Polara, que concorria com Corcel II e Passat, tentava se destacar pelo nível de conforto e acabamento. Se não era o mais rápido ou o mais econômico, era o mais confortável. E era o único dos três com a tração traseira, item apreciado por muitos daqueles que preferem um desempenho mais vivo. A transmissão automática com quatro velocidades surgiria, como opcional, tempos depois.

Propaganda publicada na Quatro-Rodas de novembro de 1978.
1979 foi o último ano em que a Chrsyler realizou grandes mudanças na linha. E muito disto se explica pela compra, neste mesmo ano, da fábrica pela Volkswagenwerk, a divisão da VW que produzia caminhões. A linha Dodge não foi além de 1981. Os Dodges grandes não vendiam lá essas coisas e o Polara era um incômodo concorrente do Passat. Por essas e outras que a linha Dodge não chegou ao ano de 1982, mas essa é outra história...que já contei aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço está sempre aberto para sua colaboração.
Os comentários são sempre bem-vindos.