sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Propaganda da Semana (Opala De Luxo 1972)

Num dia desses, já faz um tempinho, um amigo me definiu como "um homem atrás do seu tempo". Claro, foi em tom de brincadeira, gozação mesmo, pois eu afirmava (e ainda afirmo) que não trocaria um bom e honesto Opala por nenhum carro novo. Única exceção seria concedida aos Citroën, pelos quais nutro um grande carinho e admiração pela sua história recheada de inovações, sempre décadas adiante dos demais.

E essa história de ser um apaixonado pelos antigos já é muito conhecida pelos amáveis leitores deste espaço; penso que muitos (e muitas) que leem estas páginas estão igualmente contaminados pela ferrugem, esta que brota no sangue da gente ao se ver um belo e flamante clássico, que dirá um ótimo Opala De Luxo 1972 como o que segue abaixo:


Se me fosse concedida a oportunidade de voltar ao ano de 1972 - e se a máquina do tempo casualmente me deixasse à porta de um Concessionário Chevrolet (como a Hoepke Veículos, daqui de Floripa/SC) - de todos os carros expostos no stand, certamente o Opala SS me encheria mais os olhos. 

Mas, como sou fã dos bons sedãs, esse Opala De Luxo seria uma ótima opção - e seria muito bom poder assinar um cheque para levar o sedanzão para dar umas voltas por ai. Delirando ainda mais, eu pediria um Opala como o da foto, com motor de seis cilindros, ar-condicionado, bancos inteiriços e a alavanca de câmbio na coluna de direção (com aquela interessantíssima caixa de três velocidades) e a tal da tração positiva, muito útil nas curvas quentes. 

Com tantas atrações num carro só, rodaria horas a fio, e nem me preocuparia em fazer um piquenique como o da foto, regado por refrescos e pão-com-linguça-e-areia.

2 comentários:

  1. Uau,,, que saudade desse tempo... desse ano ! Eu tinha 5 anos e pra mim era tudo maravilhoso... eu amava automóveis (meu pai tinha um Corcel do ano) e tinha descoberto os quadrinhos Disney... que sensação gostosa que era... como eu gostaria de pelo menos sentir a vida e o mundo novamente como eu sentia no tempo da inocência, quiça voltar no tempo... amo o Opala também,,, meu primeiro carro q comprei foi um !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Xracer,

      Você me fez lembrar da minha infância, quando recém havia descoberto os HQ's do Maurício de Souza e da Disney. Gostava muito do Pato Donald e do Cebolinha, hehe.
      Não era uma criança essencialmente ativa, daquelas que jogavam bola o dia inteiro, mas guardo ótimas lembranças daqueles tempos.

      Claro, nasci dezenove anos depois de 1972, e só posso imaginar como era viver naquela época; acho que tudo era mais simples, divertido e havia uma maior proximidade entre as pessoas.
      Hoje vejo crianças de 5/6 anos com uma traquitana digital nas mãos - e isso me dá uma aflição tremenda. Não sou contra a tecnologia, mas a simplicidade tem muito valor - e estamos perdendo isso...

      E o Opala, esse carrão sempre me encheu os olhos. A mãe de um colega meu às vezes me levava ao colégio numa Caravan de primeira fornada (acho que uma 1978), bege, motor de quatro cilindros. Nunca me esqueço daquelas farras boas no banco traseiro, aquela criançada toda gritando - e atrapalhando a motorista, hehe. Ê tempo bom!

      Obrigado pela visita, e também pelo comentário.

      Excluir

Este espaço está sempre aberto para sua colaboração.
Os comentários são sempre bem-vindos.